Parceria: Senai e Carta Goiás

Publicado em:

Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e Carta Goiás firmam uma parceria de um curso técnico para o projeto Menor Aprendiz.

A Faculdade de Tecnologia “Roberto Mange” e a indústria Carta Goiás, firmaram parceria para a realização do curso de aprendizagem básica de Operador de Processos Químicos.

Trata-se de uma iniciativa inovadora, onde o Senai entrar com a parte teórica abrangendo conteúdos de duas áreas: Mecânica Industrial e Química.

Segundo a coordenadora de Estágio e Prática Profissional da Fatec- RM, Lúcia Helena Calegari Ribeiro, os 16 alunos que fazem parte da turma, selecionados em escolas públicas de Anápolis, serão contratados pela empresa como Menores Aprendizes, e terão todo o suporte prático durante a realização do curso. Para isso, todos tiveram que apresentar documentação com a autorização dos pais e a chancela da Superintendência Regional do Trabalho.

O lançamento do curso de Operador de Processos Químicos aconteceu no último dia 03, no mini auditório do Senai. Na ocasião, o gerente de Educação e Tecnologia da Fatec- RM, Wilson de Paula e Silva ressaltou a importância e o caráter inovador dessa parceria. “Nós vamos dar oportunidade a esses jovens e, mais do que isso, formar cidadãos”, frisou. O coordenador da área de Química, Antônio Barcelos, falando em nome dos demais professores e coordenadores presentes, explicou que os alunos terão acesso a um excelente conteúdo, distribuído em vários módulos: manuseio e manutenção de máquinas, coleta de amostras, noções de cidadania, química geral, dentre outros. No total, o curso terá 800 horas de duração.

Ivone Magalhães, supervisora de Recursos Humanos e Juan Carlos Gavin Medina, gerente geral da Carta Goiás participaram do evento representando a indústria. Segundo Juan Medina, este trabalho vem de encontro à política de responsabilidade social da empresa. “É gratificante trabalhar com a juventude.

Estes jovens irão trabalhar conosco num ambiente de integração e inovação”, salientou. Também participou do evento e fez uso da palavra o subdelegado regional do Ministério do Trabalho e Emprego em Anápolis, Degmar Pereira, que ressaltou a importância da parceria do Senai e da Carta Goiás, observando que a iniciativa poderia servir de modelo para outras empresas, observando que a contratação de menores aprendizes não deve ser encarada como uma exigência legal, mas uma forma cidadã de contribuir para dar oportunidade aos jovens.

Compartilhe no facebook Compartilhe no twitter
Voltar para notícias